Cientistas alertam para a urgência de política de proteção para polinizadores

O uso de agrotóxicos é uma das causas de ameaça ao serviço ecossistêmico de polinização do Brasil que mais causam preocupação. Isso porque o país possui 191 culturas agrícolas utilizadas para a produção de alimentos e, dessas, 60% são visitadas por polinizadores. Os dados são do Relatório Temático sobre Polinização, Polinizadores e Produção de Alimentos no Brasil, divulgado pela Plataforma Brasileira de Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos (BPBES) e pela Rede Brasileira de Interações Planta-Polinizador (Rebipp), no dia 06 de fevereiro e veiculado na Revista Globo Rural.

"bee on yellow flower"

A matéria revelou ainda que a polinização representou em termos monetários, R$ 43 bilhões em 2018 para o país. E que o relatório demonstra a vulnerabilidade do serviço ecossistêmico de polinização. As causas prováveis, apontadas pela publicação são a perda de habitat, mudanças climáticas e o uso de agrotóxicos.
Segundo a Globo Rural, o relatório aponta o manejo de polinizadores nativos como uma oportunidade ainda pouco explorada. Apenas 16 espécies são manejadas, no país, revelando a necessidade de se aprender com as práticas de manejo associadas a outros conhecimentos locais.


Fonte: Globo Rural

Cadastre seu melhor email para receber notícias e promoções!

Desenvolvido por: logo celula